segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A grande armadilha da expectativa!


Sim agora mesmo em um momento "Johnny" pensando em amizades e como nos relacionamos com nossos amigos comecei a me dar conta de que tenho expectativas em relação a eles e de como estou e sou errada em fazer isso. Quando projeto minhas coerências e minhas experiências em meus amigos automaticamente acabo tendo expectativas em relação a eles e como agem ou comportam-se em ralação a mim em suas vidas e a eles próprios e suas experiências.


E de repente, foi como se uma bacia de água gelada caísse na minha cabeça, pois lá estava eu pensando que tenho minha individualidade e que deveria ser respeitada por isso e não ter que agir de determinada forma.

Daí me dei conta de que estava esperando uma atitude pré-determinada de meus amigos e não os aceitando como são. É realmente uma armadilha, como o é sempre a expectativa. Seja ela em relação à sua vida profissional, amorosa, familiar ou social. Então como exigir respeito à sua própria individualidade e escolhas das pessoas em sua volta e ao mesmo tempo respeitar a individualidade e escolhas delas????

Sinceramente achei isso um quebra-cabeça! Fiquei pensando e pensando e acho que talvez seja saber a dosagem certa. E isso é mesmo muito complicado e difícil! E lembrar-se sempre porque aquela pessoa está incluída no seu círculo profissional, amoroso, familiar ou social. E fazer tudo isso com muito amor no coração, principalmente por você mesma e ir tentando aprender! Dosando, sempre dosando na procura do equilíbrio.

Beijocas,

Mari

11 comentários:

  1. dosar é palavra!
    precisamos manter o equilíbrio, e no caso de não sermos equilibradas... é bom irmos aprender. e logo! o quanto antes, menos dor saborearemos.

    ResponderEliminar
  2. Ei, Mari!

    Post intrigante este, viu?!
    Acho expectativa uma faca de dois legumes rs.
    Bom mesmo seria se conseguíssemos esperar das pessoas só o que elas realmente podem nos oferecer, né?
    Mas, quase sempre, a gente quer demais do outro, acho. E o seu post nos faz parar pra pensar nisso. Bom dar essas repensadas!
    Brigadinha!
    Beijo!

    ResponderEliminar
  3. Mari,
    post muito complicado! Sempre temos expectativas com relação a tudo, acho. Somos seres humanos, queremos sempre mais, não é?
    Mas vale sempre termos o nosso termômetro para sabermos se estamos exagerando ou não. E isso vale para tudo: para as nossas expectativas assim como para as expectativas dos nossos amigos.
    E eu volto com o meu lema: melhor conversar sempre!!! E aí, tudo fica melhor. Não acha?
    Às vezes, uma coisa para vc insignificante é superimportante para o outro e viceversa... num é fácil! Mas pode ser bem divertido!
    Um cheiro,
    Zoe

    ResponderEliminar
  4. Mari,

    Pelo "simples" falto de seres capaz de fazer estes questionamentos, repenssar as expectativas, acho que já fazes por merecer os amigos que tem.
    Como disse a Zoe, expectativas sempre haverão, até pq, neutralidade, isenção plena não exitem.
    Se por um lado, expectar é inerente a todos, por outro só os mais sensatos, evoluidos, são capazes da auto-reflexão, o que cria muitas possibilidades de crescimento.

    E quanto ao cirio de nazaré. Se um dia vier por essas bandas do pais, faço questão de te ciceronear.

    Abraços querida
    Mônica

    ResponderEliminar
  5. Ainmm...
    Sou a pessoa menos indicada para falar sobre isso...
    Sou muito cabeça dura... =(
    Tento ser a melhor amiga que alguém pode ter... Então acho que acabo esperando, o mesmo dos outros....
    Sou mega ciumenta com meus amigos... Ficou supermagoada se ficarem à favor do que sou contra... (sou uma bipolar chata isso sim!!!) rsrs
    No final das contas, tenho 3 amigos que me amam incondicionalmente... (eles devem ser maluquinhos) hahaha...
    Mas como moram superlonge de mim, sou uma pessoa extremamente solitária, "graças" à essa minha cabeça dura...
    Acho admirável quem consegue ser tão nobre e respeitar as incapacidades alheias em atender suas espectativas!!!
    Beijinhos Mari, (desculpe a minha sinceridade) *-*

    http://vivermaraa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Oi, flor!!!
    Faço algo parecido, mas já estou vacinada...

    Comigo, geralmente, as amizades que começam mais esquisitinhas é que se tornam as "grandes" amizades depois...
    Acho que é pq não coloco expectativa nessas situações.

    Bjooooooo e bom feriado!

    ResponderEliminar
  7. Eu tenho uma mania péssima de me projetar em outras pessoas e acabo sempre sofrendo muito com isso. É complicadíssimo, cada um é cada um e agirá da sua própria maneira. O importante mesmo é encontrar o equilíbrio nas relações.
    Já sofri muito com expectativas!

    ResponderEliminar
  8. Ai que mensagem cifrada, risos.
    beijos

    Irma

    ResponderEliminar
  9. Oi Mari, como é que vc posta isso? KKKKKKK
    Nos põe para pensar nas expectativas que são nossas e jogamos em cima dos outros, sabe aquele bolo de casamento? Então! É isso que fazemos, vamos construindo o bolo e qdo chega no último andar, alguma coisa que não esperávamos acontece e td vem abaixo. É isso que fazemos com as pessoas, ou melhor com nós mesmo. Estou aprendendo as duras penas a não criar expectativas, mas é difícil, mas tb acredito q estou conseguindo, pq as coisas para sairem bem, ao meu ver, depende somente de nós e qdo fazemos isso, deixamos de criar expectativas e conseguimos viver bem conosco e com quem nos rodeia.
    beijaço
    Pi

    ResponderEliminar
  10. Concordo com a Zoe: é conversando que a gente se entende.

    Saiba que sou assim tb, costumo esperar muito. Muitas vezes mais do que recebo. Acho que somos muito entregues, muito intensas. E esperamos isso dos outros tb. Não é fácil. Estou tentando desencanar.

    Beijos, beijos,

    Bela - A Divorciada

    ResponderEliminar