quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Ser ou não ser fiel???? Eis a questão!!!!

E então queridos leitores e leitoras? quando vale a pena ser fiel? As pessoas são fiéis? Serão mesmo somente os homens que são infiéis???? Quando não ser fiel é justificável? O que fazemos com a tentação? Quando nos sentimos realmente atraídos por aquela pessoa proibida?

Todas essas questões permeiam minha cabeça.... quando observo relacionamentos de maneira geral.
Existem mesmo relacionamentos que sobrevivem a rotina com fidelidade. E afinal o que é fidelidade? Devemos fidelidade somente ao nosso parceiro(a), ou a nossos sentimentos e emoções...

E o coração que bate forte, e a sensação do proibido? E o sorriso maroto, proibido em nossa frente, o nosso sorriso interno que a tanto tempo andava escondido?

Por que essa emoção no proibido? No condenável? No pecaminoso? Será mesmo então nossa alma contraventora?

E vocês o que pensam da fidelidade?

Beijocas....

Mari

obs. Sorry amigos dos blogs que não tenho visitado muito ultimamente.... tenho trabalhado que nem louca!!!
Lembram que o ano passado as coisas andavam meio devagar?? Pois é agora está pegando fogo! Mas no final de semana me inteirarei dos blogs de vcs ok? Saudades e beijocas!!!!

12 comentários:

  1. Oi, vi seu blog no de uma amiga e gostei muito do assunto.
    Eu tenho um super medo de ser traída, pq eu trai o meu ex namorado, então tenho medo do meu atual ser o meu castigo. rsrs
    To te seguindo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Acho q isso cabe de pessoa p pessoa, pq ando vendo mt traição q ando ate assustada rs!
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Duas sacadas interessantes:
    "A coisa que mais separa um homem e uma mulher é viverem juntos."

    "Chifre é igual consórcio: quando menos se espera, se é contemplado."
    ...
    Do saudoso "filósofo" STANISLAW PONTE PRETA

    Veja Mari, fidelidade é algo que tem conceito bastante aberto e cujo valor intrínseco é subjetivo.

    Eu penso que homens e mulheres tendem à infidelidade e que reduzir o casamento a isso (quando se faz toda vez que se diz que não se admite peremptóriamente a traição) é retirar-lhe sua essência.

    ResponderEliminar
  4. Acho que a fidelidade não deve ser uma obrigação, ou seja, se há vontade de sair com outra pessoa deve-se analisar o porquê disso e conferir se o relacionamento atual realmente vale a pena ser vivido. É claro que existem tentações no caminho mas, na realidade, a fidelidade é uma opção, opto por alguém "melhor" do que aquela pessoa que me despertou a atenção, embora a definição de "melhor" seja diferente para cada um.
    Beijo
    Adri

    ResponderEliminar
  5. Oi, lady!
    Adorei o post...
    Realmente esta questão da fidelidade é bem complicada! =/
    Volta e meia aparece uma vontade proibida! hehe
    Beijinhos e um ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que vale a pena ser fiel, pois mesmo que o outro não mereça tanto, pelo menos você tem a consciencia tranquila de que não fez nada de errado e, também acho que quando chegou no ponto de você se interessar por outra pessoa é porque está na hora de terminar a relação.
    beijuuu
    www.sermulhereomaximo.com.br

    ResponderEliminar
  7. booom essa coisa de trair é relativo... tem quem axe q até pensar em outro é traição tem gente q acha que não.. eu axo que a gente só trai qdo naum se sente completo....bjokas saudades mesmo de ti! otimo fds!

    ResponderEliminar
  8. SER MULHER

    Ah, ser mulher!

    Ser mulher é ver o mundo com doçura,
    É admirar a beleza da vida com romantismo.
    É desejar o indesejável.
    É buscar o impossível.

    O poder de uma mulher está em seu instinto
    Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
    E cuidar de vários outros filhos que não são seus.

    Ah, as mulheres!
    Ainda que sensíveis
    Mulheres conseguem ser extremamente fortes
    Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.

    Mulheres cuidam de feridas e feridos
    E sabem que um beijo e um abraço
    Podem salvar uma vida,
    Ou curar um coração partido.

    Mulheres são vaidosas,
    Mas não deixam que suas vaidades
    Suplantem seus ideais.

    Muitas mulheres mudaram o rumo
    E a história da humanidade
    Transformando o mundo
    Em um lugar melhor.

    A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
    E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
    Ser mulher é gostar de ser mulher
    E ser indiscutivelmente feliz
    E orgulhosa por isso.

    - Brunna Paese -

    ResponderEliminar
  9. Oi Mari, ando bastante sumida né? Tenho trabalhado feito louca igual vc, mas não podemos reclamar.
    Fidelidade o que dizer? Tão difícil, acho que fidelidade é não trarir seus sentimentos, sabe aquela música do dostoso do Chico Buarque "Te perdoo por te traíres"?, pois é, eu penso assim. beijaço Pi

    ResponderEliminar
  10. Êta assunto polêmico, hein, Mari???
    Mas eu sou pela fidelidade, sabe?
    Acho o seguinte: estamos sujeitos a desejar toda e qualquer pessoa que nos apareça pela frente, mas a vida é feita de escolhas e não se pode ter tudo o que se deseja, o que se quer.
    De qualquer forma, é uma boa questão!
    Beijão!

    ResponderEliminar
  11. Querida,
    a coisa é complicada! Eu num gosto de traição, mas já perdoei várias... Vai entender!!!
    Cada um sabe o que faz e quando dói na hora que acontece!!
    Ai, ai...
    Um cheiro,
    Zoe

    ResponderEliminar
  12. Oi Mari,

    Tão pessoal e intransferível isso, não?

    Eu particularmente lido bem com a fidelidade, ou seja, tendo a ser fiel naturalmente. E isso para mim não é um peso: quando gosto, gosto muito, quero aquilo, sou intensa. E ponto. Simples assim.

    Mas entendo a complexidade da coisa. E fico me colocando do outro lado: como lidar com uma traição? Não sei mesmo. Tb tenho pensado nesses babados.

    Beijão,

    Bela - A Divorciada

    ResponderEliminar