terça-feira, 28 de setembro de 2010

A loba e o cordeirinho

(Por incrível que pareça, escrevi o texto antes de ver o post da Irma, "Diferença de idade no amor"!)


Em um raro momento de ócio, folheando uma revista, encontrei uma matéria sobre Louis Garrel, ator francês considerado o maior astro do país, que viverá um transsexual em seu próximo filme. Até aí, um bom desafio para o símbolo sexual da terra dos queijos e vinhos.

Mas, como ando meio desatualizada no mundo das celebrities, fiquei positivamente surpresa ao conhecer um pouco mais de sua vida pessoal.

Valeria e Louis
Garrel, de 27 anos, namora uma mulher de 45 anos...

Que inveja dessa mulher, meu deus!

Valeria Bruni-Tedeshi é irmã da primeira-dama francesa, Carla Bruni. Atriz, diretora, roteirista, já participou de mais de 70 filmes. Entre eles, A Rainha Margot, que adoro, e Um bom ano, que curto muito.

Ela é tudo de bom! Linda, inteligente, bem de vida.

Dezoito anos mais velha do que seu companheiro, eles moram juntos e adotaram uma garotinha africana (ok... está na moda no show bizz, fazer o quê?). E parece que o relacionamento vai muito bem, obrigada!

Como uma quarentona (e a vida toda com uma quedinha por homens mais jovens), adoro saber dessas histórias. A campeã, para mim, é Chiquinha Gonzaga, que, em 1800 e bolinha, desafiou toda a sociedade aristocrática não só por tocar piano na boemia carioca, ser mestiça e abolicionista, mas também por se apaixonar com um homem 36 anos mais novo do que ela... Delicioso, né?

Aos 40, as mulheres já estão mais estáveis na carreira e emocionalmente e, geralmente, sabem o que querem. As quarentonas, lobas ou não, continuam com seu espaço garantido principalmente entre os "cordeirinhos" (e apesar de os homens da mesma idade continuarem preferindo duas de vinte...). O site Terra nos conta o porquê.

"Existe uma troca produtiva numa relação deste tipo: ela quer jovialidade, aventura, companheirismo, emoções e desprendimento que uma pessoa de sua idade provavelmente não daria, e ele quer crescer, ser valorizado e protegido", afirma a matéria que ainda aponta os prós e contra desse tipo de relacionamento. Vejam:

1- Ela te escolheu como namorado, porque viu um potencial em você. MAS, atenção: existe uma possibilidade dela estar com você apenas porque morre de medo de se sentir velha.

2- Ela pode te ensinar muito, pois já sabe o caminho das pedras e tem uma vivência maior que a sua, MAS pode cair na tentação de querer controlar sua vida e lhe dizer tudo o que deve fazer ou não.

3- O papo vai ser mais profundo, com assuntos mais interessantes do que aqueles que você teria com uma menina mais nova e com certeza ela vai despertar seu intelecto, MAS ela pode se cansar de sua imaturidade e sua mania de falar que filme preto-e-branco é chato ou que Nietzsche parece som de espirro.

4- Ela vai lhe valorizar e ter orgulho de estar ao seu lado, porque você a faz se sentir mais gostosa, MAS ainda existe preconceito e muita gente vai achar que você só está com ela por causa do dinheiro.

5- Ela é mais liberada em termos de sexo, porque não tem os complexos e barreiras de uma menina mais nova e, com certeza, quer agradá-lo, MAS você não tem que encanar achando que ela é tarada, liberada demais ou algo assim. Freie sua cabeça de macho e aproveite.

6 - Ela é uma mulher pronta, que sabe o que quer e que poderá, além de dar muito carinho, cuidar de você e lhe ajudar em momentos mais obscuros, MAS ela pode se tornar uma segunda mãe e você corre o risco da namorada madura querer ajeitar sua camisa e seu cabelo em público, causando aquele momento embaraçoso.

7- Ela vai incentivar seus sonhos e te dar liberdade para alcançá-los, MAS pode não querer que você saia de perto dela, e a relação tende a ficar sufocante.

8- É bem provável que ela queira uma relação romântica, um namoro prolongado e que casamento ou a união dos trapos esteja fora de cogitação a curto e médio prazo, MAS isso pode vir contra o que você quer para seu futuro.

9- Ela tem autoconfiança, maturidade e aquele ar que de que sabe cada coisa que passa pela sua cabeça, MAS sempre vai morrer de ciúmes de ver você conversando com aquela gata de 20 e poucos anos, com medo de ser instantaneamente trocada.

10- Amar alguém mais velho pode ser uma experiência fascinante e, sim, pode dar certo, MAS depende dos dois terem certeza de suas escolhas e estrutura para sustentar a relação - até porque é muito provável que enfrentarão a resistência das famílias e de alguns amigos retrógrados.

Queridas e queridos, não sei se concordo com todos os pontos. O que realmente acredito é que qualquer tipo de amor e relacionamento pode dar certo... independente de todos os "MAS" possíveis... hehehe...

O que acham?

Um cheiro,
Zoe

11 comentários:

  1. Adoooooro mulher papa-anjo. E esse Garrel é tudo de bom. Adoro o filme SOnhadores, com ele. É como eu disse ontem, o amor não escolhe idade. Mas precisa ter muuuuita maturidade para manter a relação.
    Irma

    ResponderEliminar
  2. Sinceramente, acho que desde que se amem, não me importa se são verdes, azuis ou cor-de-burro-quando-foge.
    Quero mais é que todo mundo seja feliz (eu no meio)rsrsrs

    ResponderEliminar
  3. Olá Zoe!
    Apesar do seu texto não ter a intenção de ser engraçado, ri no início quando li o nome da namorada dele: Fulana Bruni!! Esse nome já diz tudo e pensei: Ah tá explicado! rsrs
    Mas, falando sério agora, eu particularmente nunca gostei de homens mais novos. Acredito que até os mais velhos que eu são mais infantis (salvo meu marido).
    Não sei se teria muita paciência.
    Porém, falando de maneira generalizada, não vejo nada demais nas diferenças de idade, claro que com limites né?
    Eu não acho legal, por exemplo, uma garota de 18 "namorando" um cara de 60!

    Ótimo texto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Querida,
    Acho de verdade que não podemos escolher quem vamos amar... senão, certamente os canalhas, feios e agressivos não teriam suas companheiras...Todo amor seria "politicamente correto", o que sabemos que não é verdade.
    O que tem que ser legal no relacionamento alheio??
    Pq deveríamos julgar o amor dos outros?

    Acho que quanto menos capazes nós somos, em gerenciar os próprios sentimentos, mais juízes seremos em dizer o que é certo ou errado no amor dos outros...

    Tremenda sintonia a sua e a Irma...rs

    bjo bjo

    ResponderEliminar
  5. Fabiane,
    para mim não existe julgamento, apenas a certeza de que qualquer que seja o tipo de relacionamento pode -sim- dar certo, como disse.

    O que acho legal é olhar as diferentes formas de amor e ver como elas se desenvolvem, sabe? É bom: reforça a certeza no amor e a esperança em encontrar uma "tampa para a sua panela" - hahaha...

    E concordo contigo: quanto menos capazes nós somos, mais juízes também. Ruim né?

    Um cheiro!

    ResponderEliminar
  6. Vc se chamar de quarentona é meio engraçado! Gente ela acabou de fazer quarenta!!!! Agora que é loba é sim!!!!hahahahahaha....
    Eu adorei o comentário da Fabiane! E concordo com ela em tudo! Amor é amor! Dar ou não certo vai depender muito do casal e não das condições e situações que afetam mas não são necessariamente o motor principal!
    beijocas,
    Mari.

    ResponderEliminar
  7. entao o Fiuk tbem tem uma namorada bem mais velha que ele, e ela garantiu ser segura do que faz. Poderosa ne?

    ResponderEliminar
  8. Oi Zoe,
    acho que quando as pessoas se amam realmente a diferença de idade não deve e não pode ser impecilho, mas as vezes me pergunto porque certos homens e mulheres tem preferências por pessoas tão mais jovens, mesmo sem ter algo em comum.
    Como o próprio texto diz, deve ser necessidade se de auto-afirmar ou de eternizar a juventude.

    ResponderEliminar